terça-feira, 11 de setembro de 2012

Estampando tecido de algodão com papel transfer

Bom dia todo mundo!!! Tudo bem?!
Aqui tudo em paz, graças a Deus!!!

Hoje quero mostrar para vocês um trabalho que fiz para um amigo com uma técnica muito legal. Ele queria uma lembrança para os amigos e queria algo diferente...pensamos um bocado nisto e chegamos a ideia de um bandeirola para colocar na porta com uma oração estampada.

Até ai tudo bem, a questão era como estampar. Procurei pessoas que estampam camisetas e tudo ficava muito caro, afinal fazer uma placa de impressão ou uma tela para 80 peças apenas era muito investimento. Então, resolvi testar o "papel transfer". Dá trabalho mas é muito fácil de fazer e o resultado é muito bom.

Basicamente, você precisa de: um software de imagem, tipo photoshop para trabalhar o texto ou imagem e posicioná-lo em posição invertida, ou seja, espelhada, como o texto abaixo. Eu usei o software da Silhouete Cameo.


A impressão pode ser feita em casa com uma impressora jato de tinta e boa qualidade de impressão. O papel que usei foi da marca Bright A4 - 140 grs. Eu imprimi em preto mas este papel aceita qualquer cor e tem de várias marcas. Fiz duas impressões por página, para a bandeira ficar com um bom tamanho.

Para estampar você precisa observar o seguinte:
- 1º o tecido que será estampado deve estar passado e livre de rugas, marcas e amassado e também precisa estar frio. Não estampe logo após passá-lo.

- 2º as orientações da embalagem indicam estampar o tecido sobre uma base dura. Eu testei e não gostei do resultado, por isto pus um toalha por cima de uma base de madeira (tábua de passar também não fica bom por causa das ondulações). A toalha ofereceu volume sem ficar fofo demais a ponto da estampa falhar.

- 3º Não economize no calor e nem no tempo. Não precisa fazer força no ferro, mas precisa ter certeza que o papel e o tecido receberam bastante calor e toda a extensão.
- 4º Espere esfriar bem para retirar o papel.
- 5º Se as bordas estiverem esbranquiçadas forre o tecido novamente com o papel, na posição original, e reforçe o calor. Dá para resolver.
- 6º Onde você estampou vai ficar um aspecto plastificado, então se não quiser sobras plastificadas aparecendo é importante recortar os excessos no papel antes de estampar.

eu estampei no verso de um algodão marrom que imita fibra, o calor e o transfer "puxaram a sombra da frente do tecido. No meu caso ficou muito legal e contribuiu com o resultado, mas é bom você fazerum teste antes de iniciar uma produção, não é mesmo?

Ah, se for fazer peças em quantidade sugiro fazer por etapas porque você precisa deixar as peças esfriando em superfície plana e, preferencialmente, sem colocar uma em cima da outra.

Espero que aproveitem as dicas.
Beijos no coração e boa semana para todos!!!

3 comentários:

Cela disse...

Ameeeei! Que coisa fofa! Faz um com estampa! *-*

Gabix disse...

Como é que é a história? Genteeeeeeeeeee eu adorei demaisss essa ideia!!! Preciso descobrir onde vende este papel! :D :D

Beijos e obrigada pela visita!

Lílian Almeida disse...

nossa, estou encantada ,ficou lindo,não sabia esse 'macete',rsss

Beijo no ♥!
Tenha um fim de semana feliz !
http://casascoisaseoutros.blogspot.com.br/
Adoro meus amigos quando chegam
diariamente ao meu coração...
Guida Linhares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...